Blog Arquitetura

É POSSÍVEL CONTRATAR ARQUITETO A DISTÂNCIA?

Hoje em dia, com o desenvolvimento dos meios de comunicação e tecnologia, nós profissionais devemos nos adaptar e utilizar as ferramentas virtuais ao nosso favor e a favor de nossos clientes também.

Obviamente que na área de Arquitetura, nem todos os ramos de atuação permitem fazer o trabalho a distância, mas outros permitem e acabam sendo benéficos para o arquiteto, pois reduz o custo e consequentemente para o cliente, já que, com menos gastos o profissional consegue fazer um preço melhor ao cliente.

Arquitetura de interiores, decoração, marcenaria, consultoria, são alguns exemplos que podem ser feitos a distância, a partir de algumas informações enviadas pelo cliente:

– Planta do ambiente com medidas;

-Fotos e filmagem;

-Breve explicação do que se espera do projeto;

Após essas informações, o cliente e arquiteto vão se comunicando e tratando do projeto através de e-mail, whatsapp e Skype.

Com isso é possível obter um projeto de acordo com a necessidade do cliente.

Lembrando que projetos de arquitetura externa e construção por exemplo, não devem ser feitos a distância, pois neste tipo de atuação é necessária uma visita in loco e analise do terreno para estrutura, insolação, ventilação entre outros aspectos que envolvem a execução de um projeto completo de arquitetura.

Para mais informações de projeto a distância e presencial acesse:

www.brunaandrade.com.br

O ofício do arquiteto no mundo moderno

arquitetura_2017

 

O mundo moderno em que vivemos vem se tornando cada vez mais competitivo e individualista. As pessoas andam em bolhas invisíveis e fazem de tudo para não precisar falar com desconhecidos- o desejo de sucesso e dinheiro tornou o ser humano fechado para seus semelhantes que ao seu ver são apenas concorrentes e para conquistar o almejado fará de tudo que for preciso, mesmo que isso seja prejudicial a outro ser humano.

 

ser humano

 

Mas, afinal, o que o Arquiteto e Urbanista tem a ver com isso?

O Arquiteto e Urbanista tem o poder de melhorar essa situação através de projetos e planejamento. Projetar espaços públicos que consigam fazer o usuário se sentir parte do espaço e ter vontade novamente de se relacionar com os demais usuários, ao invés de se refugiarem no mundo tecnológico, como é visto em muitas áreas públicas.

Além disso ao se planejar as cidades, o arquiteto e urbanista pode através de parcerias do poder público, tornar a economia da cidade menos agressiva, a partir de projetos e políticas públicas que possibilitem um desenvolvimento econômico mais relacionado com a cidade e com a cultura do local. Essas ações criarão novamente um relacionamento harmonioso entre os cidadãos e consequentemente também uma melhor participação nas decisões tomadas para a cidade.

 

 

Primeiro painel no mundo a gerar energia através dos passos do pedestre

pavegen smart street

A Pavegen, empresa de tecnologia lançou a primeira Smart Street localizada em West End, Londres onde utiliza painéis cinéticos de pavimentação para gerar energia através dos passos dos pedestres.

A placa geradora de energia é uma matriz de 10 metros quadrados e o caminho é equipado com tecnologia que permite gerar energia quando alguém caminha sobre a placa – a medida que os pedestres caminham a pressão faz com que os geradores no piso se desloquem verticalmente – a indução eletromagnética cria energia cinética que pode ser utilizada para alimentar outras dispositivos como iluminação e equipamentos urbanos.

smart street

Além disso, essa rua inclui outras tecnologias sustentáveis como os bancos ClearAir da Airlabs que limpam o ar e a tinta Airlite que purifica o ar de gases e bactérias.

Abaixo um vídeo onde explicam um pouco mais sobre essa inovação:

 

Scroll To Top