Blog Arquitetura

O ofício do arquiteto no mundo moderno

arquitetura_2017

 

O mundo moderno em que vivemos vem se tornando cada vez mais competitivo e individualista. As pessoas andam em bolhas invisíveis e fazem de tudo para não precisar falar com desconhecidos- o desejo de sucesso e dinheiro tornou o ser humano fechado para seus semelhantes que ao seu ver são apenas concorrentes e para conquistar o almejado fará de tudo que for preciso, mesmo que isso seja prejudicial a outro ser humano.

 

ser humano

 

Mas, afinal, o que o Arquiteto e Urbanista tem a ver com isso?

O Arquiteto e Urbanista tem o poder de melhorar essa situação através de projetos e planejamento. Projetar espaços públicos que consigam fazer o usuário se sentir parte do espaço e ter vontade novamente de se relacionar com os demais usuários, ao invés de se refugiarem no mundo tecnológico, como é visto em muitas áreas públicas.

Além disso ao se planejar as cidades, o arquiteto e urbanista pode através de parcerias do poder público, tornar a economia da cidade menos agressiva, a partir de projetos e políticas públicas que possibilitem um desenvolvimento econômico mais relacionado com a cidade e com a cultura do local. Essas ações criarão novamente um relacionamento harmonioso entre os cidadãos e consequentemente também uma melhor participação nas decisões tomadas para a cidade.

 

 

Terreno da antiga rodoviária do bairro da Luz ganha habitação e cultura

projeto-luz

 

O terreno se encontra desocupado desde a antiga estação rodoviária, no bairro da Luz, centro de São Paulo.

projeto-luz

A área e alguns lotes vizinhos serão ocupados por um conjunto de HIS (habitação social) e pela sede da Escola de Música Tom Jobim. O projeto é de autoria do escritório Biselli & Katchborian Arquitetos Associados.

projeto-luz

A proposta de Biselli & Katchborian possui uma concepção urbanística que engloba as vias de circulação e da integração, tanto dos vários edifícios de apartamentos como a da sede da escola com a cidade. Por essa razão quase todas as edificações apresentam relação direta com a rua.

O projeto ainda necessita de aprovação em órgãos de preservação do patrimônio e da prefeitura.

O projeto da Casa Submersa

Casa submersa

 

Dubai, como sempre se destacando por sua Arquitetura sofisticada, lançou no final de 2016 o empreendimento da “Floating Seahorse” – Casa submersa.

A casa é dividida em 3 andares, sendo uma acima do nível do mar, outra superior e uma abaixo, com vista para a fauna oceânica do Golfo Pérsico. Além dos Arquitetura belíssima e seus acabamentos luxuosos ,a cereja do bolo fica na suíte principal: São 25 metros quadrados submersos com vista para o recife de corais do golfo Persico. Uma paisagem espetacular 24 horas por dia!

Como o projeto fica cerca de 4 km da costa de Dubai, o acesso só é possível por barco.

Mais um projeto totalmente fora do comum realizado em Dubai, só é preciso saber os impactos dessas residências na fauna e flora marinha.

suíte submersa

suíte submersa

Como o projeto fica cerca de 4 km da costa de Dubai, o acesso só é possível por barco.

Abaixo segue uma reportagem realizada pela globonews falando um pouco mais sobre esse projeto.

 

 

Mais um projeto totalmente fora do comum realizado em Dubai, só é preciso saber os impactos dessas residências na fauna e flora marinha.

 

Scroll To Top